De moda eu sei que todo mundo aqui gosta. O que descobri há pouco tempo, depois de uma publicação sobre livros que fez sucesso no instagram do blog (segue lá: @julianarbj), é que muitas de vocês também adora ler. É bem fácil se apaixonar pela leitura, mas ainda é pouco comum encontrarmos livros com protagonistas ou histórias que tenham como tema o universo plus size. Por esse motivo, quero apresentar para vocês “Um bolinho é só o começo”, um livro que tem protagonista com coisas em comum com a gente.

Cool-Book-Heart-Love-Wallpaper-HD  Foto: Reprodução/Google

Aquele olhar era o que mais odiava. Pura reprovação, como se ela não tivesse o direito de estar ali, de sair pelas ruas, de existir. Podia não caber naquelas roupas, naqueles perfeitos padrões, tinha tentado duramente e desistido depois de tantos fracassos, mas tinha o direito de viver, de olhar qualquer pessoa nos olhos, Aquelas roupas podiam estar longe de seu alcance, mas o mundo pertencia a ela também. Não precisava da aprovação de ninguém para caminhar livremente por ele, para ser feliz vivendo nele .(2013, Ara Mystake)
Fernanda é uma mulher que sofre preconceito por estar acima do peso e se fecha para o mundo, construindo muros de proteção tão altos ao redor de si, que quase deixa o amor da sua vida escapar. Completamente no auge da sua baixa autoestima, conhece Ricardo, um homem correto, bonito e extremamente cortês. Ricardo olha Fernanda com paixão e desejo, o que a faz esquecer, por alguns momentos, que é gorda e possui tantas neuroses.
E o romance começa assim, com a neurose típica da maioria das mulheres gordas. Ou melhor, a neurose típica da maioria das mulheres em algum momento de suas vidas: insegurança com o corpo, com as pessoas diferentes delas, o incômodo por parecer fora dos padrões, a vontade de comer quando a ansiedade é quase absurda e com a também típica timidez ao se deparar com um homem direto e sem pudores.

um-bolinho-e-so-o-comeco Foto: Reprodução/Editora Multifoco

Durante a leitura, é possível reconhecer como nossa algumas situações engraçadas e outras bem dramáticas vividas por Fernanda. No entanto, no decorrer da história, não conseguimos mais identificar tantos problemas que acarretem no desespero de uma mulher gorda ao demonstrar sua insegurança na primeira vez que faz sexo com seu parceiro, por exemplo. Notei a insegurança que a maioria das mulheres sente e não especificamente a de uma mulher gorda na mesma situação. Talvez essa tenha sido a ideia que a autora quis passar ao escrever o livro. A ideia de que mesmo com seus quilos a mais, se sentindo vulnerável e decepcionada com os relacionamentos anteriores, uma mulher pode ser bem parecida com as outras quando se trata de relacionamentos.
Senti falta de detalhes das aventuras cotidianas de uma gorda tentando se ajustar aos seus pensamentos inseguros acerca de sua aparência física diante do mundo e, mais ainda, diante dos olhos de um homem, seja ele bonito ou não. Reconheço que esse medo atingiu Fernanda no primeiro capítulo do livro quando ela não quer acreditar que um homem quase perfeito mostra seu evidente interesse por ela e a deixa encantada logo na primeira vez que se viram. Como toda boa história de amor, Fernanda e Ricardo têm paixão, sexo, amor e amizade. Mas, talvez os detalhes picantes da relação merecessem ser melhor equilibrados com a rotina amorosa e encantadoramente neurótica que uma mulher gorda vive.
O livro é bom e tem uma história divertida – embora eu tenha assimilado muitas partes a um dos livros mais lidos nos anos anteriores, o “50 Tons de Cinza” -, ele possui uma delicadeza que nos facilita a leitura. Se você me perguntasse se deveria ler, eu reponderia: Sim! Vale a leitura!

SORTEIO-LIVRO

Regulamento:
 Curta a fan page Hoje Vou Assim Plus Size;
 Acesse a aba promoções na fan page do blog e clique em “Quero participar” ou clique aqui 
Pronto! Cruze os dedos e boa sorte!
O sorteio é válido em território nacional e será realizado às 17h do dia 10/08/2014 através do aplicativo Sorteie.me para Facebook. O ganhador será notificado por mensagem no Facebook e receberá o prêmio (livro “Um bolinho é só o começo”) via Correios.