Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, ganhei lingerie da Dilady. Chegou aqui body modelador, calcinha e sutiã, tudo dentro de uma ecobag com a seguinte frase estampada: #mulheresdepeito Dilady. Achei gracinha e justíssima a homenagem a todas nós. Quem me acompanha pelo Instagram (@julianarbj) já conhece a foto de capa deste post, que foi o meu agradecimento à marca não somente pelos presentes, mas também pela atitude em confeccionar peças de acordo com as nossas exigências. Depois de usar as peças algumas vezes, vou contar como foi a experiência com o Modelador com Bojo da linha Sensual Plus.
Como as roupas, os acessórios e a maquiagem, acredito que roupas íntimas também têm o poder de ajudar a resgatar a autoestima daquelas mulheres que se afastaram da sensação maravilhosa de ser única. A Dilady possui coleção para o segmento Plus Size, desenvolvida em Lycra Power Slim, um tecido compacto e opaco, que alinha a silhueta e não marca. Nos tamanhos 44 ao 52, facilmente encontradas em diversas lojas multimarcas.
Os pontos mais importantes que identifiquei ao usar o modelador e que vocês precisam conhecer:

modelador-plus-size-dilady-o

1. Não existe nada mais desconfortável do que sutiã que aperta além da conta. Bojo bom é bojo que não deixa nenhum pedacinho do busto escapulir e nem deforma o formato natural dos seios. Na minha opnião, o bojo deste modelador está apovadíssimo! A combinação da espuma com os aros resulta em uma cobertura completa e uniforme da região. Me senti bem o dia todo usando ele e o melhor é que não marcou sob a blusa.  
2. Geralmente como são feitas as alças dos sutiãs? Com material elástico e com uma pecinha que serve para regular o tamanho nos ombros para mais justo ou mais folgado, certo? No entanto, as alças deste modelador são diferentes das que eu estou acostumada a usar. Na parte frontal, ele é feito com o mesmo tecido macio usado no restante da peça e na parte de trás, tem o elástico com a peça que desliza e controla a altura. Achei super confortável, mas com pouco espaço para mobilidade e ajuste do tamanho.
3. Renda nas cavas laterais pra acabar de vez com a ideia de que cinta modeladora é sinônimo de lingerie sem graça e nada sensual. Esse detalhe deixou a peça muito mais bonita, sem deixar o conforto de lado. O tecido rendado é totalmente maleável, não gruda na pele e não pinica. Lembrando que usei o dia todo e nem lembrei que estava usando renda em contato direto com a pele.
4. No site da Dilady encontrei a definição POWER SLIM para o tecido desta peça. Segundo eles, este tipo de tecido proporciona compressão e conforto na medida certa, desenhando a silhueta sem marcar sob a roupa. O tecido é realmente diferenciado, muito macio e gostoso ao toque. No quesito compressão, ele não ganhou muitos pontos porque não reduz medidas. Deixa apenas as formas do corpo mais alinhadas mesmo, como na descrição disponível no site da marca.  
5. Quem já sofreu com assaduras por causa de ferragens na lingerie, vai entender o motivo pelo qual eu dei muitos coraçõezinhos para o estilo de fechamento deste modelador. Ele tem colchetes de pressão na parte inferior da peça, que não desencaixam com o uso, ao longo do dia, e não arranham a pele como acontece com colchetes de gancho. Só possui uma regulagem de tamanho para altura, mas na parte de trás existe um elástico bem fininho, localizado entre as nádegas, permitindo ajustar melhor ao corpo.
Conheça toda a linha Silhueta Plus no site da Dilady, clicando aqui. Recomendo conferir a tabela de medidas antes de adquirir qualquer produto para que eles sirvam perfeitamente e possam apresentar resultados satisfatórios.